Os cientistas acreditam que o coronavírus, tal como outros vírus, resiste nos telemóveis e, por isso, a sua limpeza frequente é a melhor solução.

Além de lavar as mãos, deve evitar tocar no rosto com as mesmas quando está a fazer uma chamada. Evite também partilhar estes dispositivos com terceiros.

A maioria dos smartphones possui uma cobertura que repele os óleos e que é usada para manter o ecrã limpo, evitando, por exemplo, as impressões digitais. Esta camada protetora pode ser danificada por produtos químicos agressivos, por isso deve evitar usar esfregões ou panos abrasivos, aerossóis e produtos de limpeza no seu telemóvel. Nunca pulverize o telefone diretamente com um produto.

Algumas marcas recomendam a limpeza do aparelho com um pano limpo e macio. Outras empresas tecnológicas recomendam que desligue o telefone primeiro. Os toalhetes desinfetantes também sãpo recomendados em alguns casos.

É também possível optar por um protetor de ecrã. O vidro temperado pode ser facilmente limpo e evita assim a exposição do ecrã do celular diretamente a qualquer produto. O microbiologista Charles Gerba sugere na revista Health limpar o celular com um pano de microfibra levemente umedecido em uma mistura de 60% de água e 40% de álcool.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe o seu Comentário