Órgão pode ser aumentado entre 1,5 e 4 centímetros de grossura. Já o comprimento pode ser aumentado até 1,5 centímetros.

O tamanho e a espessura do órgão genital masculino é, para muitos homens portugueses, uma razão de insatisfação. Mas qualquer um destes problemas pode ser resolvido com recurso a uma intervenção cirúrgica que custa menos de quatro mil euros em Portugal.

“O preço varia consoante o caso. Se a intervenção for uma frenoplastia – corte do freio que liga o prepúcio à glande – o custo é de mil euros. Caso o homem precise de um enxerto peniano, o custo é de 3500 euros”, explica ao CM a diretora-geral da Clínica My Moment, em Lisboa, Carla Ferreira.

O aumento da espessura do pénis pode ser conseguido através da remoção de gordura localizada em determinadas zonas do corpo. “Esta técnica permite o aumento da grossura do pénis entre 1,5 a 4 centímetros”, garante ao Correio da Manhã o médico cirurgião Nuno Maria.

A gordura pode ser retirada do abdómen, coxas ou até dos flancos. É posteriormente tratada e injetada no pénis. Já o aumento do comprimento pode ser conseguido através do corte do ligamento suspensor do pénis – situado na base do órgão. “Isto permite que a parte interna do pénis seja exteriorizada, aumentando o comprimento do órgão, não ereto, entre 0,5 a 1,5 centímetros”, refere Nuno Maria.

De acordo com o especialista, as duas técnicas poderão ser usadas em combinação – faloplastia – ou isoladamente, dependendo das características anatómicas do pénis.

PORMENORES
Aumento sem marcas
Com a utilização da própria gordura do paciente, ou seja, do tecido adiposo, é possível aumentar o volume e até a extensão do órgão genital masculino sem provocar qualquer cicatriz ou marcas visíveis nesta região.

Obesidade como causa
O micropénis, ou um órgão genital masculino de pequenas dimensões, pode ser provocado por diversas razões. Entre elas, a obesidade, explicam os médicos especialistas.

Atividade sexual só pode ser retomada após um mês e meio da intervenção
Depois de realizada a operação de aumento do órgão genital masculino, é proibido fazer sexo ou praticar desporto. “Os pacientes habitualmente retomam as suas atividades laborais ao fim de uma semana. Já a atividade sexual pode ser retomada após seis semanas e o exercício físico após dois meses”, esclarece o cirurgião Nuno Maria. Ainda assim, cada caso deve ser avaliado por um médico.

Conselho da semana
Há milhares de páginas na internet que oferecem soluções para aumentar o pénis, seja com remédios ou até bombas de sucção. No entanto, comprar produtos pela internet pode significar um risco acrescido para o consumidor, já que há a possibilidade de comprar medicamentos falsos ou até proibidos em Portugal. Antes de comprar, pesquise na página do Infarmed.

Quase metade deseja ter um pénis maior
Um estudo realizado pela Universidade de Kentucky, nos EUA, concluiu que 45% dos homens querem ter um pénis maior. Uma outra investigação, da Universidade de Barry, EUA, revela que comer ostras pode aumentar naturalmente o órgão genital.

Alimentos com zinco usados para tratar
As ostras são consideradas um afrodisíaco. O alimento contém zinco, um ingrediente usado em tratamentos e em suplementos para aumentar o pénis. O mineral promove o bom funcionamento da próstata e incentiva a produção de espermatozoides.

Intervenção só depois de uma consulta
Qualquer paciente que deseje submeter-se a uma intervenção cirúrgica só deve realizá-la depois de uma consulta de pré-avaliação com um especialista.

O objetivo é perceber, em primeiro lugar, se o homem está ou não apto a realizar a cirurgia. Depois, e devido à oferta de procedimentos, o médico especialista deve aconselhar o paciente sobre a técnica a realizar, de forma a que este consiga atingir os resultados que pretende.

DISCURSO DIRETO
Nuno Maria, cirurgião na Clínica My Moment, Lisboa
“Cirurgia feita com anestesia”
CM – Qual a duração da operação?
Nuno Maria – A cirurgia para aumentar o pénis tem uma duração estimada entre uma e duas horas, sendo habitualmente realizada com anestesia local e sedação em regime de ambulatório. Os cuidados pós- -operatórios são extremamente importantes. É essencial e imperativo manter o local seco e devidamente desinfetado.

– Quem procura este tipo de cirurgias?
– São muitos os homens insatisfeitos com o seu órgão genital, o que causa stress na vida quotidiana e sobretudo na vida sexual. Esta insatisfação pode levar a baixa autoestima e desenvolvimento de complexos. A maioria dos pacientes é jovem. A avaliação pré-operatória é parte essencial, devendo todas estas cirurgias ser realizadas por cirurgiões plásticos devidamente credenciados.

Fonte: CM

(Visitado 6 vezes, 1 visitas hoje)

Comentários do Facebook