Cinco meses antes de abandonar um carro nos Aliados, importunou funcionária paroquial.

Cocos Amet, de 39 anos, protagonizou uma tarde de caos nos Aliados, Porto, em março do ano passado, quando o carro avariado que ali abandonou – e no qual seguia com o irmão – foi considerado suspeito, obrigou a um forte aparato policial e ao corte durante várias horas daquela que é uma das vias mais movimentadas da cidade.

Cinco meses antes, tinha exibido o pénis a uma funcionária paroquial, junto à igreja de São Cosme, Gondomar. Por este crime, está acusado de importunação sexual.

O homem, romeno, está a ser procurado pelas autoridades. É também suspeito de vários roubos no concelho de Gondomar.

A 27 de outubro de 2017, quinze minutos após ter importunado sexualmente a mulher que estava prestes a iniciar um dia de trabalho no cartório paroquial – e que se tinha esquecido das chaves para entrar – decidiu roubar um carro na mesma zona.

Junto ao cemitério, pediu esmola ao condutor. Após duas tentativas falhadas, e já com o homem fora do carro, roubou 20 euros do bolso dele, enquanto o irmão do suspeito surgiu no local e fugiu com a viatura. O ofendido tentou impedi-lo com pontapés, mas o ladrão deu-lhe um murro e escapou.

Um mês depois, os dois fugiram da Casa das Bifanas, também em Gondomar, sem pagar o que tinham consumido e causaram desacatos na biblioteca municipal. Sem queixa formalizada, não estão acusados de furto. Mas são ainda suspeitos de crimes de mendicidade, usando menores para o efeito.

Fonte: CM

(Visitado 5 vezes, 1 visitas hoje)

Comentários do Facebook